Suplemento do Relatório sobre a Situação da População Mundial 2016

Suplemento do Relatório sobre a Situação da População Mundial 2016

No. of pages: 28

Publication date: 13 December 2016

Author: UNFPA

Publisher: UNFPA

Download

A visão dos objetivos de desenvolvimento Sustentável é de um futuro melhor para todos e um compromisso de não deixar ninguém para trás. não há outro grupo de população onde esta visão captura de forma tão perfeita a necessidade de ação, como o das raparigas de 10 anos.

Aos 10 anos, a jovem rapariga encontra-se num dos momentos mais críticos da sua vida. enquanto em algumas partes do mundo, as raparigas podem olhar em frente, para um uturo brilhante, em outras partes, incluindo moçambique, ainda são confrontadas com muitos obstáculos. 

Desde tenra idade, a rapariga começa a sentir pressões da família, da comunidade e da sociedade. É confrontada por uma ampla variedade de problemas que estão além do seu poder de influência, ainda que estes definam o seu caminho para ser uma mulher. Durante a última década, moçambique registou um aumento significativo do número de raparigas e adolescentes na população. estas raparigas representam uma oportunidade única, para transformar a sociedade. Contudo, há muitos desafios para atingir esse potencial.

Investir nas raparigas requer uma ação imediata. Se queremos atingir os Objetivos de Dedesenvolvimento Sustentável até 2030, temos que assegurar que as raparigas consigam ultrapassar barreiras para que acedam aos direitos básicos. E para isso, é crucial que se continue a combater uma serie de práticas discriminatórias vividas pelas raparigas, e que lhes limita a capacidade para fazer escolhas na vida até à idade adulta. as raparigas necessitam de acesso a educação, cuidados de saúde sexual e reprodutiva e igualdade de oportunidades. 
 
É possível vislumbrar um futuro diferente para milhões de raparigas em moçambique. elas têm um papel chave para o desenvolvimento do país e da sua comunidade, por isso é fundamental que as suas necessidades e direitos não sejam ignorados. Para tirar o maior partido das futuras oportunidades, as raparigas têm que estar no centro das atenções. É necessário atuar imediatamente. 
 
Bettina Maas, Representante do UNFPA em Moçambique