Notícias

Com apoio dos bombeiros brasileiros, UNFPA instala tendas para serviços de saúde

18 Abril 2019

Dondo - Com a destruição de hospitais e centros de saúde pelo Ciclone Idai, o Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) vem trabalhando para o restabelecimento dos serviços de saúde provendo equipamentos hospitalares e instalações temporárias. Em Mutua e Mufambisse, na província de Sofala, quatro tendas de apoio hospitalar foram instaladas com a ajuda de bombeiros brasileiros. 

"Auxiliar a implantação desses centros temporários é um pouco do trabalho da nossa tropa que já tem experiência em catástrofes e ajuda humanitária. Todos nós trabalhamos no desastre de Brumadinho, em Minas Gerais. O nosso trabalho aqui é muito diverso e inclui desobstrução de rodovias e transporte de combustível, por exemplo, " lembrou o capitão Kleber Castro. 

Além das tendas que auxiliarão o trabalho das enfermeiras, o Centro de Saúde de Mutua (a 60 km da cidade da Beira) recebeu um kit maternidade com equipamentos hospitalares para atendimento de mulheres grávidas e em trabalho de parto. 

Wilson Domingos, de 34 anos, assistia à montagem das tendas enquanto aguardava a irmã que estava em consulta médica. 

"Eu estou aqui vendo a montagem desde o início. Esse apoio dos bombeiros é muito importante porque eles têm experiência e depois de pronto isso vai ajudar muita gente", contou o moçambicano. 

Domingas Paula, de 23 anos, também teve a sua casa atingida pelo ciclone e hoje estava na clinica de Mafambise para oferecer ajuda às enfermeiras. 

"Eu quero trabalhar a ajudar as pessoas aqui no centro. O centro ficou destruído, Eu cheguei e fiquei a olhar aos bombeiros a montar a tenda curiosa para saber o que seria aqui. Acho muito importante essa colaboração deles. Agora vou querer saber se eles precisam de alguém que possa ajudar quando estiver tudo pronto", disse Domingas. 

Leia mais: 

UNFPA alerta sobre violência baseada no género e oferece kits de dignidade às vítimas do ciclone Idai

UNFPA implementa a primeira clínica em centro de acolhimento

UNFPA une esforços para atender as mulheres vítimas do ciclone idai 

No Dia da Mulher Moçambicana, Paulina Chiziane pede ajuda para mulheres da Beira