Declaração

Meu Corpo, Minha Vida, Meu Mundo! - um novo grito de guerra para a geração de ODS

12 Agosto 2019

Declaração da Diretora Executiva do UNFPA, Dra. Natalia Kanem, no Dia Internacional da Juventude, 12 de agosto.

A partir das suas comunidades as suas capitais, os jovens de todos os lugares reivindicam os seus direitos, como afirmado há 25 anos na Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD), no Cairo. Nas décadas seguintes, nós do UNFPA acompanhamos inúmeros jovens na jornada da adolescência até a idade adulta.

Para reafirmar o nosso compromisso de ajudar os jovens a realizarem todo o seu potencial na vida, estamos a revelar hoje uma nova estratégia para a juventude, Meu Corpo, Minha Vida, Meu Mundo! Coloca as suas necessidades, aspirações e ideais no centro do nosso trabalho para apoiar a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a agenda da CIPD até 2030.

A estratégia O Meu Corpo, Minha Vida, Meu Mundo!  Baseia-se no que aprendemos sobre jovens de jovens em décadas de programação com e para eles. Co-criado com milhares de jovens activistas e defensores em todo o mundo, está alinhado com a Juventude 2030, os esforços mais amplos das Nações Unidas para proteger a saúde e os direitos dos jovens e capacitá-los a moldar o seu próprio futuro e participar do desenvolvimento dos seus países. 

Equipados com a informação e a preparação correta, os jovens têm o potencial de liderar mudanças positivas no mundo. Esse potencial só pode ser realizado se eles forem saudáveis, educados e tiverem controle sobre os seus corpos e vidas. Nós do UNFPA estamos a trabalhar com governos, sociedade civil e parceiros de desenvolvimento e, acima de tudo, com os próprios jovens para garantir que eles tenham o conhecimento e poder para fazer escolhas informadas e participar como cidadãos activos.

Na Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento de 1994, os governos concordaram em atender às necessidades especiais de adolescentes e jovens, especialmente mulheres jovens, para o acesso à educação, saúde, aconselhamento e serviços de saúde reproductiva de alta qualidade. Essa promessa foi mantida para alguns, mas não para todos.

Em novembro deste ano, UNFPA, Dinamarca e Quénia convocarão o seminário de Nairobi sobre a CIPD25, onde chefes de estado e outros altos funcionários do governo aproveitarão a oportunidade para reafirmar a visão da CIPD sobre um mundo onde todos - incluindo jovens - tenham acesso a direitos sexuais, informações e serviços de saúde reproductiva. Os jovens estarão na frente e no centro do seminário, compartilhando as suas esperanças e perspectivas e contribuindo com as suas ideias, a sua liderança, a sua energia e criatividade sob a bandeira do Meu Corpo, Minha Vida, Meu Mundo!

Neste Dia Internacional da Juventude, peço aos governos de todo o mundo que cumpram as promessas que fizeram às mulheres e aos jovens há 25 anos. Junte-se a nós na marcha para Nairobi! Juntos, podemos finalmente tornar direitos e escolhas uma realidade para todos os jovens.