You are here

Jovens por de trás de soluções inovadoras para combater uniões prematuras em Moçambique

Num mundo em rápida mudança, o UNFPA precisa de soluções dinâmicas para atender às necessidades de mulheres e raparigas jovens e fornecer plataformas e oportunidades para que as suas vozes e opiniões sejam ouvidas. Moçambique tem a sexta maior taxa de casamentos prematuros do mundo, afetando 1 em cada 2 raparigas antes dos 18 anos. Com isso em mente, e no espírito de 'nada sobre nós, sem nós', o UNFPA fez parceria com FSDMOZ e IdeaLab no âmbito do Programa Global UNICEF-UNFPA para Acabar com as uniões prematuras para lançar um Hackathon nacional para os jovens apresentarem ideias inovadoras para acabar com o casamento prematuro dentro de três áreas principais de intervenções a) disseminação da Lei das uniões prematuras, b) envolvimento masculino e c) rastreamento de casos de uniões prematuras.

O hackathon recebeu mais de 100 candidatos iniciais de todo o país, todos competindo pelo prémio final de US $1.000 e uma oportunidade de dar vida às suas ideias. Através de um processo de revisão de alto nível, um júri técnico selecionou 3 finalistas, todos convidados a participar do Idea Lab Bootcamp; o maior evento de inovação social em Moçambique. Os dois projetos vencedores, 'Projeto Kamba' e 'É Apenas Menina!', ambos apresentaram soluções inovadoras e empolgantes para acabar com o casamento prematuro nas províncias da Zambézia e Nampula sob o regime nacional do Rapariga Biz, programa principal em saúde sexual e reprodutiva:

É Apenas Menina

“É Apenas Menina está concentrando os seus esforços na consciencialização da comunidade sobre questões relacionadas ao casamento prematuro, particularmente em torno da consciencialização da nova lei de unioes prematuras. O projeto É Apenas Menina implementa as suas atividades através de ativistas jovens na cidade de Pemba, província de Cabo Delgado.

Em colaboração com líderes comunitários, os jovens ativistas do programa É Apenas Menina disseminam mensagens através de debates comunitários, testemunhos e apresentações com raparigas e os seus pais / responsáveis. O objetivo deste projeto é criar uma maior consciencialização sobre a nova lei das uniões prematuras entre as raparigas adolescentes da população deslocada que está em risco de vulnerabilidades crescentes, incluindo o casamento infantil.

A ideia vem ganhando impulso desde 2019, e É Apenas Menina trabalha com as populações e autoridades locais por dois anos antes de entrar no Hackathon. Como vencedora do Hackaton, É Apenas Menina está atualmente em processo de legalização da associação, o que permitirá uma defesa mais forte e impacto nas vidas das adolescentes deslocadas devido ao conflito em Cabo Delgado.

Kamba

O segundo vencedor do Hackathon, denominado Projeto Kamba, busca responder aos desafios existentes que sustentam as altas taxas de uniões prematuras através de uma solução inovadora para rastrear casos de casamento prematuros a nível da comunidade com um aplicativo móvel.

O aplicativo busca fortalecer o sistema de rastreamento e encaminhamento de casos de uniões prematuras no contexto dos distritos de Rapariga Biz, e terá como alvo vários atores da comunidade, como raparigas adolescentes e mulheres jovens, famílias, tutores, líderes comunitários e influenciadores, professores, saúde provedores etc.

Além disso, o aplicativo será usado pelos mecanismos de encaminhamento para violência de género, incluindo o Ministério da Justiça e a Polícia, para que a polícia rastreie queixas e faça cumprir a lei que restringe as uniões prematuras.

A ideia por trás do projeto Kamba surgiu em 2018. Hoje, a equipe Kamba, composta por jovens analistas de sistemas, designers gráficos, web e ativistas de saúde sexual e reprodutiva, tem um aplicativo móvel totalmente desenvolvido e um sistema web que permitirá à população fazer reclamações, bem como divulgar informações sobre casos de uniões prematuras.

O Projeto Kamba é um exemplo da ênfase do UNFPA Moçambique em garantir a participação dos jovens como agentes de mudança em nossas intervenções e será testado em distritos selecionados de Rapariga Biz com o apoio do Programa Global do UNICEF-UNFPA para Acabar com as uniões prematuras.