You are here

InfoFistula: um aplicativo inovador de monitoramento em tempo real para melhorar serviços, direitos e dados relacionados aos sobreviventes da fístula obstétrica

A fístula é sem dúvida uma das principais privações da saúde e dos direitos das raparigas e mulheres. Raparigas e mulheres que sofrem de fístula obstétrica geralmente sofrem complicações como infecções, perda de urina acompanhada de mau cheiro, doença renal, infertilidade e isolamento social. Essa condição as impede de participar plenamente das atividades da comunidade, de garantir emprego a longo prazo e uma vida satisfatória. Estima-se que cerca de 2.300 novos casos de fístula obstétrica tenham ocorrido em Moçambique em 2015. Atualmente, o sistema de saúde do país tem capacidade para tratar cerca de 600 casos. Existem imensos desafios com a coleta e análise de dados sobre esse assunto, o que dificulta a capacidade de fornecer aos sobreviventes de fístula serviços de alta qualidade ao longo do ciclo de atendimento, começando pela identificação e passando pelo diagnóstico, tratamento, controle e reintegração na comunidade.

Desde dezembro de 2017, o Projeto de Fístula do UNFPA em Moçambique apoia a Estratégia Nacional de Fístula Obstétrica (2012-2020), concentrando-se na prevenção, tratamento e integração social. Como parte desse apoio, o UNFPA está a apoiar o Ministério da Saúde de Moçambique para construir um Sistema de Monitoramento em Tempo Real (MTR) chamado InfoFistula, com a assistência técnica de uma organização de caridade, a Operação Fistula. O aplicativo de monitoramento em tempo real baseado no Commcare visa fornecer dados para informar a situação e os gargalos no ciclo de atendimento. Os objetivos específicos do InfoFistula são: (1) fornecer informações regulares aos parceiros de implementação sobre as principais atividades que ocorreram nas comunidades e unidades de saúde; (2) fornecer relatórios e painéis para a gestão operacional nos níveis distrital e provincial e (3) coletar dados sobre os indicadores de resultados do programa para monitorar e medir os resultados e o progresso do programa da fístula.

O InfoFistula foi desenvolvido como um aplicativo móvel facilmente personalizável que suporta os funcionários da linha de frente na coleta de dados e na prestação de serviços. O InfoFistula ajuda a documentar e melhorar todas as interações entre um paciente com fístula e a sua equipa de atendimento ao longo do ciclo de atendimento. Os dados enviados são processados para análise adicional num painel que fornece visualizações claras e dinâmicas sobre as tendências de dados.


Lançamento da fase piloto na província de Cabo Delgado ©UNFPA Moçambique

A fase piloto começou em setembro de 2019 em três províncias, Zambézia, Nampula e Cabo Delgado. Durante esse período, 45 profissionais de saúde e ação social foram treinados sobre o uso do aplicativo e do painel e atualmente estão a usar o aplicativo durante as suas interações com pacientes com fístula obstétrica. O piloto servirá para avaliar e melhorar o desempenho, a funcionalidade, a usabilidade e a eficácia do InfoFistula App e também contribuirá para a transferência de conhecimento ao Ministério da Saúde para garantir que eles possam analisar e usar os dados coletados e fornecer assistência ao aplicativo.

Até dezembro de 2019, o InfoFistula funcionava, o painel mostrava 114 pacientes registados e foi possível coletar feedback valioso para melhorar a ferramenta. Uma fase de expansão foi planeada com parceiros que consistem em treino e capacitação adicionais para o Ministério da Saúde, implantação da ferramenta em mais províncias e transferência técnica do aplicativo para o sistema de gestão de dados do Ministério.