You are here

Governo do Canadá garante desembolsar um fundo adicional no montante de 2,5 milhões de dólares Canadianos, o equivalente a 1.9 milhões de dólares Americanos, para apoiar a iniciativa 'Rapariga Biz’ em Moçambique

COMUNICADO DE IMPRENSA

O anúncio da contribuição adicional do Canadá foi feito nesta quinta-feira em Maputo (15/10/2020) pela Embaixadora daquele país, Caroline Delany, e é em resposta ao impacto da COVID-19 visando reforçar as acções Sociedade Civil e do Governo no domínio da saúde e dos direitos sexuais e reprodutivos de raparigas vulneráveis e mulheres jovens em Moçambique.

A cerimónia de anúncio do fundo adicional foi testemunhada pelo Secretário de Estado de Juventude e Emprego, Oswaldo Petersburgo e pelo Dr. Eduardo Celades, do UNFPA Moçambique em representação das agências da ONU envolvidas no Rapariga Biz. 

Durante o anúncio, foi comunicado que os fundos a serem desembolsados pelo Governo de Canadá será repartido maioritariamente pela Sociedade Civil, parceiros de implementação do Governo nesta iniciativa, e a outra parte para as Agências das Nações Unidas e pelas instituições do Estado responsáveis pela coordenação da Iniciativa. 

O Governo de Moçambique está num esforço contínuo para mitigar os impactos secundários da COVID-19 em 250,000 raparigas e mulheres jovens mais vulneráveis em 20 distritos das províncias de Nampula e Zambézia. Nesta visão, o Governo do Canadá compromete-se a desembolsar um fundo adicional de 2,5 milhões de Dólares Canadianos (cerca de US $1,9 milhões Americanos) sob a iniciativa multissectorial de saúde e direitos sexuais e reprodutivos, Rapariga Biz.

A contribuição complementa o financiamento regular do Rapariga Biz, disponibilizado pelos governos da Suécia e do Canadá, para atividades que, desde Março de 2020, foram adaptadas para responder diretamente ao impacto da COVID-19.

Este financiamento adicional visa diminuir os impactos devastadores da pandemia em raparigas e mulheres jovens vulneráveis. A interrupção de serviços essenciais, o aumento do estresse econômico, as restrições a viagens, o fechamento de escolas e o colapso das redes de segurança que estão a exacerbar as vulnerabilidades e agravando as desigualdades. Raparigas e mulheres jovens correm maior risco de violência baseado no género, incluindo violência contra parceiro íntimo, casamento prematuro e outras formas de violência doméstica, exploração sexual e gravidez na adolescência.

Liderado pelo Governo de Moçambique, com o apoio de agências da ONU (coordenadas pelo UNFPA e implementado com a UNESCO, UNICEF e ONU Mulheres), o Rapariga Biz tem como objectivo prevenir a união prematura e a gravidez na adolescência, capacitando raparigas e mulheres jovens a tomar decisões informadas e saudáveis sobre as suas vidas e obter acesso à serviços essenciais de saúde, educação, justiça e serviços sociais.

"É vital que continuemos a responder às necessidades críticas dos adolescentes e jovens, aproveitando a sua energia e experiência e garantindo a sua participação como agentes de mudança na resposta da COVID-19. O financiamento do governo do Canadá nos permitirá alcançar exactamente isso e garantir que os jovens estejam no centro da nossa resposta", disse o Secretário de Estado de Juventude e Emprego, Oswaldo Petersburgo.

O financiamento suplementar do Governo do Canadá ampliará a disponibilidade, qualidade e acessibilidade dos serviços de saúde sexual e reprodutiva, violência baseado no género e informações para as raparigas e mulheres jovens como parte da resposta a COVID-19. 

As atividades incluem o uso de clínicas móveis, capacitação de prestadores de serviços de saúde, disponibilização de kits de saúde escolar COVID-19 para estudantes, oportunidades de ensino à distância para adolescentes e jovens, campanhas de mudança de comportamento participativo, engajamento de adolescentes e jovens na resposta, melhoria de caminhos para responder à violência e recuperação económica.

"Além da ameaça do vírus, a pandemia nos mostrou o seu potencial para reverter os ganhos conseguidos sobre a saúde sexual e reprodutiva e os direitos das raparigas e jovens. Continuando a contar com a nossa experiência partilhada, mantemo-nos empenhados em apoiar o Governo de Moçambique na manutenção do sucesso do Rapariga Biz para transformar a vida de raparigas e jovens mulheres em Moçambique", referiu UNFPA em Moçambique, em nome das agências da ONU envolvidas (UNESCO, UNICEF e ONU Mulheres).

O financiamento suplementar canadense também permitirá o estabelecimento de microempresas para aumentar as oportunidades económicas e sustentar os meios de subsistência de raparigas e mulheres jovens, bem como apoiar jovens que desempenham um papel vital na prevenção da COVID-19 e na mitigação dos impactos secundários durante a pandemia.

Como Alta Comissária do Canadá para Moçambique, Caroline Delany ressaltou que : "A pandemia da COVID-19 inflige os seus maiores danos a àqueles que têm menos recursos e menos alternativas. Ao aumentar o apoio ao Rapariga Biz, o Canadá pretende equipar algumas das mais vulneráveis - raparigas e jovens mulheres - com o poder de fazer as suas próprias escolhas sobre os seus futuros. Apoiar a juventude é essencial porque eles são influenciadores-chave quando se trata da importante tarefa de parar a propagação da pandemia."

Antes do surto da COVID-19 no país, o Rapariga Biz alcançou com sucesso cerca de 700,000 raparigas e jovens através de mentoria, apoio psicossocial, informações sobre saúde sexual e reprodutiva adolescentes por SMS e programas de rádio, oportunidades de empoderamento económico e serviços de educação, saúde e justiça.

FIM

 

Para consultas de mídia e entrevistas, entre em contato:

Secretaria de Estado da Juventude e Emprego: Sidio Macuacua, sidiomacuacua2@gmail.com -  84 235 6120

UNFPA: Jessica Lomelin, lomelin@unfpa.org / Karlina Salu, jsalu@unfpa.org - 840560246

Governo do Canadá: Clerico Constantino, Clerico.Constantino@international.gc.ca  - 843014498