Press Release

UNFPA LAMENTA O FALECIMENTO DO SEU DIRECTOR EXECUTIVO

5 June 2017

NAÇÕES UNIDAS, Nova York, 5 de junho de 2017 - Com profunda tristeza, o UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas, anuncia que seu Diretor Executivo, Dr. Babatunde Osotimehin, morreu de repente em sua casa na noite passada. Ele tinha 68 anos.

"Esta é uma perda devastadora para o UNFPA e para as pessoas, especialmente mulheres, meninas e jovens, ele dedicou sua vida a servir, a partir de quando ele se tornou médico na Nigéria. O UNFPA expressa sua profunda simpatia a sua família e reza para que eles tenham a força de suportar essa grande perda."

"Dr. Osotimehin foi ousado e nunca teve medo de um desafio e sua forte liderança ajudou a manter a saúde e os direitos das mulheres e meninas do mundo na agenda global. Ele entendeu que os 1,8 bilhões de jovens do mundo são verdadeiramente a maior esperança para o futuro."
 
O UNFPA dedica-se a continuar a visão geral do Dr. Osotimehin para as mulheres e os jovens e continuará a defender os direitos humanos e a dignidade de todos, particularmente as adolescentes mais vulneráveis.
 
Ele vigorosamente defendeu três grandes objetivos transformadores de zero óbitos maternos evitáveis, zero demanda insatisfeita para o planeamento familiar e a eliminação de práticas prejudiciais contra mulheres e meninas. O UNFPA exorta todos a honrar seu legado ao se reunirem em torno desses objetivos globais.
 
O Dr. Osotimehin, médico e especialista em saúde pública, tornou-se o quarto diretor executivo do UNFPA em 1 de janeiro de 2011, com o cargo de Subsecretário-Geral das Nações Unidas.
 
Antes deste compromisso, o Dr. Osotimehin era o Ministro da Saúde da Nigéria. Antes disso, ele era diretor-geral da Agência Nacional de Controle da AIDS, que coordenava o trabalho de HIV e AIDS na Nigéria.
 
O Dr. Osotimehin se qualificou como médico da Universidade de Ibadan, na Nigéria, em 1972, e foi para a Universidade de Birmingham, na Inglaterra, onde obteve um doutorado em medicina em 1979. Foi nomeado professor na Universidade de Ibadan em 1980 e Dirigiu o Departamento de Patologia Clínica antes de ser eleito Provot do Colégio de Medicina em 1990. O Dr. Osotimehin recebeu a honra nacional nigeriana do Oficial da Ordem do Níger em dezembro de 2005. Ele liderou vários conselhos, inclusive no Fórum Econômico Mundial.
 
Ele era casado, tinha cinco filhos e vários netos.