Press Release

Compromissos da Parceria Global para a Saúde Materna, Neonatal e Infantil renovados em Maputo

26 October 2016

Maputo, 26 de Outubro de 2016 – Realiza-se hoje (26.10) e amanhã (27.10) uma reunião do Conselho de Direcção da Parceria Global para a Saúde Materna, Neonatal e Infantil (PMNCH), no Hotel Radisson Blu, em Maputo, cuja cerimónia da abertura foi dirigida oficialmente pela Esposa do Presidente da República, Sua Excelência Isaura Nyusi. A reunião da Parceria é presidida pela Senhora Graça Machel, renomada activista social pelos direitos das crianças e raparigas a nível mundial e Presidente do Conselho de Direcção da PMNCH.

O objectivo principal do evento é o progresso no avanço da saúde e direitos das mulheres, crianças e adolescentes, para orientar prioridades-chave do plano de trabalho da Parceria para o próximo ano (2017).
 
No âmbito deste encontro global, no primeiro dia destaca-se uma sessão pública organizada pelo Governo com foco nas raparigas adolescentes, sob o lema “Experiências, Oportunidades e Perspectivas de Moçambique para Acelerar os Resultados da Saúde e Desenvolvimento do Adolescente”, que foi reforçado pela asserção: “Nada sobre nós sem nós”. Participam nesta sessão a Ministra da Saúde, Nazira Abdula; o Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Luís Jorge Ferrão; o Ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula; a Ministra do Género, Criança e Acção Social, Cidália Chaúque, e representantes da sociedade civil, parceiros bilaterais e das Nações Unidas.
 
O Conselho de Direcção da PMNCH vai ainda discutir sobre (1) as recomendações do relatório do Painel de Responsabilização Independente ou Independent Accountability Panel (IAP) https://iapewec.org/ lançado em Setembro de 2016 e suas implicações sobre o futuro da parceria e (2) as orientações a dar relativamente ao papel da parceria no apoio à Saúde Sexual e Reprodutiva, Materna, Neonatal e Infantil e do Adolescente.
 
"A agenda do Conselho de Direcção reflecte a urgência de aumentar as intervenções para permitir que as crianças não só sobrevivam, mas também prosperem e sejam agentes de mudança na sociedade" - disse Ann Lion, Directora Executiva da Parceria, durante a preparação do evento. "Os adolescentes e particularmente as raparigas são essenciais para o futuro do nosso mundo e estamos extremamente satisfeitos por testemunhar hoje o forte compromisso do Governo de Moçambique nesta prioridade" acrescentou.
 
A parceria une a saúde sexual e reprodutiva do adolescente e a saúde materna, neonatal e infantil nas comunidades numa aliança de mais de 750 membros. Os parceiros acreditam que trabalhando juntos, é possível construir um mundo em que cada mulher, criança e adolescente possa realizar os seus direitos à saúde física, mental e o bem-estar, ter oportunidades sociais e económicas e ser capaz de participar plenamente na formação de sociedades prósperas e sustentáveis.